quarta-feira, 2 de setembro de 2009

O Hino Nacional não merecia isso...

Como estou mal informada, que horror. Só agora soube, pelo Saia Justa, do vídeo de Vanusa cantando o Hino Nacional durante um evento realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo que está bombando aqui na internet desde o início da semana, tipo Tapa na Pantera, com milhares de acessos. O babado aconteceu em março, mas só agora foi bater na rede e aí deu no que deu. Mico total...
Não sei se é pra rir ou pra chorar. Um horror total, mas hilário demais. O que é aquilo, gente, alguém me explique, por favor! Como aquela que foi uma das estrelas da Jovem Guarda conseguiu errar tanto a letra e cantar tão desafinada e fora de ritmo? Como ela conseguiu??? Uma vergonha.
Vanusa tentou se explicar, mas pelo menos a mim não convenceu não. Disse que pediu à produção para mandar a letra do hino e não mandaram. Aí, só conseguiu a mesma um dia antes e ficou tentando decorar, mas como estava se sentindo nervosa e insegura tomou um calmante. Em outra matéria, Vanusa disse que sofre de labiritinte e quando chegou na Assembleia sentiu-se tonta. Noutra entrevista, disse que estava preocupada com o filho doente. Como era de esperar, negou veementemente os boatos de que estaria sob efeito de drogas, como vem sendo divulgado. O que me pareceu foi que ela estava bêbada, sei não.
Com ou sem explicações, a gafe continua sendo hit na internet. Se você ainda não viu, como eu, até meia hora atrás, não perca. Abre aí.

10 comentários:

Ana Borges disse...

Tinha ouvido falar, parece q.o CQC mostrou anteontem, mas passei batida, nem quis ver.
But, a curiosidade sádica me fez ir lá no YouT.
Fiquei entre a compaixão e a ira. Ñ tem explicação.
S/comentários.
Melhor deletar a cena.

césar disse...

Senti grande compaixão...
Talves para ela fosse melhor não ter aceito o convite, afinal, visivelmente nao estava bem. Foi constrangedor.
Não sei a verdade, talvez só ela saiba, e por razões íntimas não quer revelar, se bem que ela relata algo como efeito de mediocamentos, o que é plausível! Acho que devemos respeitar.
Prefiro deletar... Melhor ter em minhas lembranças somente a Vanusa cantando Manhãs de Setembro, Paralelas, Sonhos de um Palhaço, etc..., mas sei que é inevitável !

Liliana Sarquis disse...

Eu vi semana passada e também fiquei...nem sei. Até um pouco de pena eu senti dela que, diga-se de passagem, nunca esteve na minha relação de discos. Mas daí a fazer um papelão daqueles?????
Deve ser complicado mesmo. A pessoa desaparece da mídia, é contratada (por uma graninha, pequena, provavelmente) pra cantar o hino num grande evento. E aí descobre que não lembra a letra, precisa de cola. tomo uns gorós pra dar força e vai. Desafina logo no começo, não consegue mais pegar o tom, pra piorar, no meio ainda se perde na letra, não acha mais onde está, então ferra tudo. A maior burrice foi não ter parado de cantar na primeira parte. Se vocês notarem, o pessoal aplaude para encerrar por ali mesmo. e a burra continua "deitado eternamente..." . Como diz uma amiga, por que botou vírgula e não ponto?

Enio Moraes Júnior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Enio Moraes Júnior disse...

gente, mas que horror é esse? que coisa mais decepcionante! ainda bem que temos a internet para compartilharmos esse tipo de informação e dissabor. valeu a postagem, cris!

EDU disse...

COMO CANTA O EDNARDO,"MAS COMO É DURA, ESSA NOSSA VIDA DE ARTISTA". SÓ A VANUSA DEVE SABER, O MAL MOMENTO Q DEVE ESTAR PASSANDO. AO PONTO DE NÃO TER PODIDO RECUSAR NEM ESTE CONVITE. ELA MEREÇE O NOSSO RESPEITO.

Liliana Sarquis disse...

Prefiro concordar com o Edu. Mas que ela foi burra, foi. Poderia ter parado na primeira parte do hino, fingido um mal súbito, sei lá... essas coisas. Mas nem sempre se tem a presença de espírito necessária pra pensar nisso.

E aí, pode virar chacota, bancar o ridículo, ou como ela mesma canta na música Sonhos de Palhaço:

Vejam só
Que história boba eu tenho pra contar
Quem é que vai querer acreditar
Eu sou palhaço sem querer

Cris V disse...

Gente, eu tb. senti pena mas nao consegui deixar de rir. E, concordo com a Lili, se ela parasse na primeira parte, nao pegaria tao mal, e teve até um gancho pra fazer isso. Mas, Lili, ela cantou mesmo "hoje eu sou palhaço sem querer?" Que coisa. Mas chega de Vanusa. Cansei. Cansamos. Não?

EDU disse...

ESTE BLOG É SUPER LEGAL, NOS LEVA A REFLETIR,E É BASTANTE DEMOCRÁTICO. REALMENTE LHE FALTOU PRESENÇA DE ESPÍRITO,OU QUEM SABE ATÉ, FALTOU MESMO INSPIRAÇÃO,VISTO Q POLITICAMENENTE NOSSO PAIS ESTÁ UMA LÁSTIMA. PENSANDO ASSIM, ACHO ATÉ Q ELA FOI BEM NA SUA "INTERPRETAÇÃO". TÁ CERTO O NOSSO HINO NÃO MERECIA, MAS...

Luiz Sergio Nacinovic disse...

Vanusa foi uma das n cantoras inventadas porque deu prá isso. Que nem loura burra dá prá passar de ano. Ela foi completamente feita no estúdio, bem ao estilo Gretchen, Cleide Alves e outras senhoritas que ficaram famosas por cantar com partes do corpo bem inusitadas