sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A mais pura verdade...

Liana, minha mestra de web, outro dia disse uma coisa que não me sai da cabeça. A internet aproxima quem está longe e afasta quem está perto. É verdade. A mais pura verdade.

8 comentários:

Liana disse...

Dalvinha querida,

Mestra, eu???? Quem me dera...
Sou persistente,isso sim!
Nesse mundo de hoje a gente fica "burra" em questão de minutos de tão rápido que as coisas avançam, né?
Adoraria ficar com o mérito dessa frase também mas a verdade é que a li em algum lugar e fiquei como você, pensando nela até hoje...

Beijo!

AB disse...

Aí, qdo. se encontram ao vivo e a cores, ficam sem saber o q. dizer.
Acho q. é por isso q. eu praticamente só papeio c/gente q. eu encontro c/certa frequencia ou pelo menos converso pelo tel. de vez em qdo.
Até pq. tenho certa dificuldade de conversar, no virtual, c/pessoas q. ñ conheço.
Mas q. a frase é perfeita, ñ tenho dúvidas.
A gente encontra pessoas interessantes q. só a internet é capaz de juntar.

EDU disse...

Prefiro qdo dá, conversar ao vivo ou por telefone. Me deixa menos ansioso, consigo me expressar melhor.

Cris V disse...

Pura modéstia dela, gente. Liana é a maior fera na internet, sabe fazer de tudo nestas páginas, e me ensina muita coisa, sim.
Aninha, Aninha, a internet tem mil e uma utilidades, inclusive a de facilitar e estreitar o relacionamento entre as pessoas, quer elas estejam perto ou longe geograficamente. Eu nao tenho o menor problema em conversar com quem não conheço ao vivo e a cores. E, neste mundo de hoje, no cordel da banda larga, mtas. amizades ou até amores são fadados a ser apenas virtuais mesmo. Eu disse apenas? Às vezes, veja bem, às vezes, estes sao super intensos, importantes, eu diria até perfeitos. O que jamais seriam se fossem, digamos, reais.

Liliana Sarquis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Liliana Sarquis disse...

Oi Dalvinha, voltei. Exames chatíssimos a parte, aqui estou eu de novo.
Estou viciada em internet, isso é fato. Mas não consigo deixar de continuar viciada em meus amigos. Não dá pra compartilhar uma cerveja geladinha virtualmente não é? (droga, nem podendo beber eu estou! Saco!). Então, procuro ter equilíbrio nessa questão. Tento me aproximar pela internet dos que estão longe ou dos que estão sempre com a agenda estourada (como vc, né, dalvinha?) e encontro outros (que as vezes estão até em outras cidades)pessoalmente. O Cantinho da Roça está sempre com algum deles (e quase todos ex...ai,ai), vou ao Rio, Petrópolis. E quando não dá ligo. E, é claro, finados (meu aniversário tinha que ser numa data como essa...) todos batem cartão aqui em casa.
Mas sei que é difícil ter tempo pra tanta coisa. Mas que eu me esforço, esforço.

Ana Borges disse...

Concordo c/Edu, Dalvinha,Lili, Liana, em quase tudo, mas perfeito, intenso... e virtual? Sei ñ...
O único blog q. frequento é esse aqui pq. é seu, minha, nossa Dalvinha.
E sei q. aqui só vai rolar papo e ajuntamento de gente como vcs.
Difícil eu me viciar nesta coisa, gente! Nem celular eu sei mexer direito!!
Tô mais c/Lili e Edu: gosto mais ao vivo.
Aproveito enqto. isso é possível, pq. das duas uma: ou a gente vai voltar pros tempos dos papiros ou ninguém mais vai se encontrar pra papear.
Tá longe esse futuro?
Beijos carinhosos pra todos aqui citados.
PS. Reconheço, s/ISSO, como conheceria Liana e Edu?

Cris V disse...

Lili, querida,já disse num outro re-comentári, que bom que vc. voltou. Pra vc. ver, a gente nao tem tempo nem prum café (vc. sabe que eu nao sou de boteco, hahahaha_, mas estáa sempre se curtindo pela rede. Só por isso já valeria a pena. Sem falar no mundo de gente que ficamos conhecendo aqui e no leque de opções que nos abre. Estou de caso com a rede. Ops, isso rende um post e um twit, minha mais nova paixão.