sábado, 29 de agosto de 2009

A culpa é da vida.com

Por mais que eu tente – e olha que tento mesmo, de verdade - não consigo me manter minimamente em dia com o mundo, as pessoas que amo e, principalmente, com as coisas que mais me dão prazer, como a leitura, a música e... este blog. Com isso acabo me sentindo permanentemente em falta com todos a meu redor e também comigo mesma. Sentimento ruim esse!
O tema é recorrente aqui neste blog, desculpem. Meu consolo é saber que a Cora Rónai também fala nisso o tempo todo e que tanta gente que conheço sente a mesma coisa. A Cora tem uma explicação para esta pandemia de falta de tempo, que ela atribui, muito sabiamente, ao “mundo hi-tech e a vida-ponto.com”. Temos e-mails e mais e-mails para responder e para escrever, sei lá quantos sites e blogs obrigatórios para visitar. Chega a dar nervoso ter infinitas fontes de informação ao alcance de um toque. Dá saudade do tempo em que só havia o Caderno B, como disse a Marina W.
Não, longe de mim ansiar por uma volta ao passado. Dispor de conexão é, para mim, uma questão de vida ou de morte, mas que a internet é a principal responsávele por esta angústia não tenho a menor dúvida. Nós, que assistimos o início de tudo, acreditávamos, ingenuamente, que com aquela ferramenta teríamos mais tempo disponível. Foi o contrário que aconteceu.
Resultado: tudo está atrasado na minha vida e, provavelmente, na sua também. O excesso de informação me pirou. Não acho mais nada na minha pasta de Favoritos, de tão grande que está. Como não consigo deixar de ler jornais e revistas, tem uma pilha de O Globo e Veja me esperando. Tenho pelo menos cinco livros novos para ler na mesinha de cabeceira. Para dar conta de tudo o que quero fazer, meu dia teria de ter o dobro de horas. Como não tem, o jeito é ir administrando a informação do jeito que dá. E tome frustração.
Chega a ser assustador.

6 comentários:

Liana disse...

Perfeito esse post,Dalvinha! Penso nisso TODOS os dias e a angústia me toma também! Caraca...as pilhas de jornais e as semanas que passam tão correndo que quando a Veja da semana foi apenas folheada já chega uma nova!
Isso sem falar da sensação constante de que estou perdendo coisas fantásticas que devem estar por aí na web me esperando e que eu não dou conta de achar...ufa! Que bom ter a certeza de que tenho companhia nessa sensação...é que outro dia me peguei sonhando com a invenção de um chip para aumentar a memória dos humanos e pensei que estava pirando.Posso até estar...mas vou ter companhia.
Que saudade eu já estava de você!

Cris V disse...

querida, tb. estou morrendo de saudade do meu bloguinho e de vcs., meus fieis seguidores. logo logo estarei de volta com força total! , hoje mesmo.
Bjao

Cantinho da Roça disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cantinho da Roça disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
liliana disse...

Olá, como vai?

Eu vou indo e você, tudo bem?

Tudo bem eu vou indo correndo
Pegar meu lugar no futuro, e você?

Tudo bem, eu vou indo em busca
De um sono tranquilo, quem sabe ...

Quanto tempo...

pois é...
Quanto tempo...

Me perdoe a pressa

É a alma dos nossos negócios

Oh! Não tem de quê
Eu também só ando a cem

Quando é que você telefona?
Precisamos nos ver por aí

Pra semana, prometo talvez nos vejamos
Quem sabe ?

Quanto tempo... pois é...

(pois é... quanto tempo...)

Tanta coisa que eu tinha a dizer
Mas eu sumi na poeira das ruas

Eu também tenho algo a dizer
Mas me foge a lembrança

Por favor, telefone, eu preciso
Beber alguma coisa, rapidamente

Pra semana

O sinal ...

Eu espero você

Vai abrir...

Por favor, não esqueça,

Adeus...

(SINAL FECHADO, Paulinho da Viola).

Cris V disse...

Lili, Lili, e todo o pessoal:
Este Sinal Fechado de Chico nao é perfeita???
Bjs