quinta-feira, 15 de outubro de 2009

De e-mails, links e o máximo do web design


Tem gente que deveria ter um blog. Aí colocariam lá tudo o que elas acham bacana e gostam de encaminhar para seus amigos e conhecidos. E caberia a nós, que recebemos tanta besteira, visitar ou não os tais blogs. Mas, não. Vivem enchendo as nossas caixas postais de mensagens, em sua maioria, completamente idiotas, aliás.
Tenho certeza de que a maior parte das pessoas faz como eu. Deleta tudo sem nem se dar ao trabalho de abrir. Mas, dependendo da pessoa, e se tiver algum tempo disponível, o que é raro, abro uma ou outra e dou uma olhadinha.
Foi o que aconteceu hoje. Resolvi abrir o link de uma mensagem enviada por uma ex-aluna e me deparei com uma animação sensacional. É um catálogo de vendas pela internet de uma cadeia de lojas holandesa. E, rovavelmente, uma das publicidades mais criativas que já vi. Vale a pena conferir. Vão por mim.

6 comentários:

Liana disse...

A sugestão é válida mas aconteceria a mesma coisa: você não iria nos tais blogs antevendo a possibilidade de só encontrar baboseiras.
Seria ótimo se as coisas fossem simples assim mas já recebi coisas incríveis de pessoas de quem não esperava e as maiores bobeiras de quem só me mandava coisas bem legais. Abro todos, nem que seja por alguns segundos!E os que não abro,guardo e vejo num dia em que não quero pensar em nada.Essa técnica tem dado muito certo, noves fora, acabo me deparando com coisas interessantes.
O segredo é não ter aquela compulsão de faxinar a caixa de entrada.

Cris V disse...

Pois eu tenho exatamente esta mania, faxinar a caixa de entrada... Até separo alguns "Para ver depois", mas... olha, devo receber uns 20/30 emails pessoais por dia, isto é, de gente que conheço, que não são spams, imabgina se for olhar tudo...

Liana disse...

Minha grande amiga Lila programou o outlook para encaminhar minhas mensagens direto para a lixeira hahahaha diz ela que depois sempre vai lá e dá uma olhada...

Anônimo disse...

Very good blog, great images.
Wang Hsueh,
from Nanjing

Ana Borges disse...

Wang, de Nanjing?
É muita doideira isso de um cara lá da China cair no seu blog e ainda curtir.
Legal demais. Nessas horas, ñ me resta outra alternativa se não me render a essa tal de 'rede de relacionamentos'.
Bem que 'isso' podia fazer o papel de apaziguador e unir os povos, promover a fraternidade, não?
Parem de fazer guerras!!!

Liliana Sarquis disse...

Show! só hj - dia 21/10 - consegui assistir. Muito bom mesmo, palavra de uma apaixonada (desde criança) por publicidade.
é holandes, não?
Não conheço muita coisa dos holandeses, mas sempre achei um país bastante interessante. Amsterdã é um barato, com ou sem seus famosos Museu do Sexo, da maconha etc. Não sei se foi pura sorte, mas as pessoas são uma simpatia e não se recusam a ajudar os estrangeiros. Bondes coloridos, tulipas, festas, museus interessantíssimos, rios, pontes bicicletas, enfim, um lugar para estar sempre na lista de visitação.